03 março 2010

Esperança

Esperar é sim sofrer.
È arder sem lembrança de esfriar.
É ter lenço á mão e não poder chorar.
Esperar é sim sofrer, mesmo sabendo que
não se vai morrer.

Esperar não é um bem.
É o alimento da incerteza.
É a supra mancha na clareza.
Esperar não é um bem, mesmo temendo
o que vier além.

Esperança, ainda sim persiste!
Estúpida, luta como ninguém.
Encara à má ventura, fingindo estar aquém.
Esperança é esperar o Após Sofrer, mesmo
sofrendo no Nada Acontecer.

Yurii Araujo

Um comentário:

Nathi disse...

Esse poema é muito comovente. Acho que depois da fé, esperança tá ameaçada de extinção nesse século.
Escolheu as melhores palavras e as organizou. Tá PERFEITO.